Governo instituí Forum para servidores e Conselho para eficiência na gestão

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, abril 23, 2015 as 16:35 | Voltar

Campo Grande (MS) – Decretos publicados nesta quinta-feira (23), no Diário Oficial do Estado,  instituem instrumentos importantes para o Governo do Estado. Conforme a  publicação, está oficializada a criação do Fórum Dialoga – canal aberto com servidores estaduais -e o Conselho de Governança – órgão interno de coordenação e gestão do Governo.

O decreto n° 14.161 institui o Fórum Dialoga, mecanismo que estabelece um canal de diálogo com servidores públicos civis e militares. Já o decreto n° 14.162 constitui o Conselho de Governança formado pelo secretariado e que irá coordenar e integrar as decisões estratégicas de Governo, além de deliberar sobre aumento de despesas, entre outros atos.

O Fórum Dialoga materializa a intenção do Governo de criar um espaço sistemático e permanente de interlocução entre o Governo e as entidades de classe representativas dos servidores públicos civis e militares do Poder Executivo.

O Fórum será composto pelo secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, secretário da Casa Civil, Sergio de Paula e representantes de classe. Os encontros, conforme o decreto, deverão acontecer a cada dois meses para tratar com exclusividade as demandas coletivas, como assuntos relacionados à gestão dos recursos humanos da administração pública estadual.

Órgão de instância deliberativa e consultiva das políticas públicas, o Conselho de Governança de Mato Grosso do Sul irá atuar na coordenação de ações do planejamento, da gestão e das finanças de forma integrada.

Conforme o texto, o Conselho “tem a finalidade de coordenar e integrar as decisões estratégicas de Governo, deliberar sobre os atos de gestão relativos a aumento de despesa”.

O objetivo é garantir os princípios da Administração Pública como a legalidade, moralidade e eficiência. Implementar políticas públicas de relevância, em especial aquelas que se referem a recursos humanos e à estrutura organizacional da administração estadual.

Farão parte do Conselho o secretário Eduardo Riedel, que ficará com a presidência do órgão, o secretário de Fazenda, Marcio Monteiro, o secretário Administração, Carlos Alberto de Assis, o secretário Sergio de Paula e o Procurador Geral do Estado, Adalberto Neves Miranda.

Luciana Brazil

Publicado por: Rejane Monteiro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.