Áreas transferidas para PM garantirão economia ao Estado

Categoria: Parceria, Patrimônio Público | Publicado: sexta-feira, janeiro 17, 2020 as 17:52 | Voltar

As afetações beneficiarão os municípios de Campo Grande e Chapadão do Sul

Campo Grande (MS) – Dois termos de afetação foram firmados na manhã desta sexta-feira (17.01) entre a Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (PMMS).

Os termos tratam da transferência de dois terrenos, um no município de Campo Grande e o outro em Chapadão do Sul. Os locais serão utilizados para o desenvolvimento das atividades da Polícia Militar, como serviço administrativo, gestão operacional, atendimento ao público e no caso de Chapadão do Sul desempenhar as atividades relacionadas ao trânsito.

“A afetação irá otimizar o atendimento da Polícia Militar, dar celeridade e agilidade aos serviços, melhorar as condições de trabalho dos profissionais que atuam nas unidades e, principalmente, melhorar os serviços prestados à população”, elencou o Secretário de Estado de Administração e Desburocratização, Roberto Hashioka.

Em Campo Grande, será construído no imóvel de 5.115,859m² - que está localizado na Avenida Ernesto Geisel, esquina com a Avenida Manoel da Costa Lima - uma unidade para abrigar a sede do 10º Batalhão de Polícia Militar – 10º BPM.

A transferência da área na capital ainda irá gerar uma economia aos cofres públicos, pois atualmente o prédio do 10º Batalhão é alugado e possui um investimento mensal em torno de R$ 12 mil.

“Com a afetação de um prédio, conseguimos sair do aluguel, economizar, melhorar a administração e ainda buscar alternativas com o dinheiro economizado. Agradecemos a SAD e toda a sua equipe, que com essas ações tem nos ajudado a reduzir custos”, frisou o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira.

Já em Chapadão do Sul, o terreno com área total de 3.125,00m² localizado no centro da cidade também será utilizado para a construção da sede da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar – 4ª CIPM.

Conforme o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Waldir Ribeiro Acosta, essa parceria é muito relevante tanto para a população sul-mato-grossense, como para a corporação, que não teria recursos para adquirir áreas como essas.

“A parceria da SAD vai possibilitar a utilização de um prédio com boa estrutura, bem localizado e sem custo. Desta forma, a população vai ter um aparato do Estado, que ficará próximo dela e será referência, pois estará permanentemente neste local”.

Os termos foram assinados pelo titular da SAD, Roberto Hashioka; titular da Sejusp, Antônio Carlos Videira e comandante geral da PMMS, coronel Waldir Ribeiro Acosta. O ato foi acompanhado pelo superintendente de Patrimônio e Transporte da SAD, José Alberto Furlan e pelo auxiliar do Comando-Geral da PMMS, major Carlos Augusto Pereira Regalo.

Ana Letícia Gaúna - Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD)

Publicado por: Ana Letícia Gaúna

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.